Notícias

CARTA ABERTA DO SEGMENTO DA SEGURANÇA PRIVADA

 

Estamos passando por período conturbado na obtenção de combustíveis pela greve dos caminhoneiros autônomos no Brasil. Fato que afeta diretamente a rede automotiva em toda malha nacional e ainda, diretamente os meios públicos e privados de locomoção.

 

Embora todos os esforços políticos tenham sido desprendidos por nosso segmento empresarial, as Prefeituras Municipais não incluíram as empresas de segurança privada no rol de beneficiários do plano de emergência contingencial em curso nas cidades paulistas.

 

Medidas extremas estão sendo tomadas no intuito de socorrer nossos profissionais pela falta de transporte, insumos, rondas operacionais de segurança e coberturas de postos de vigilância.
Todas as empresas do segmento de segurança privada instauraram seus planos de emergência, contingência e de economia de combustível em seus postos de trabalho.

 

O segmento acreditava no bom senso das autoridades municipais em considerar a segurança privada como essencial na proteção e vigilância do patrimônio de terceiros, fato não ocorrido.
Até o presente momento tais planos de emergência implantados estão sendo desenvolvidos com máximo sucesso e tranquilidade, não acusando qualquer ocorrência danosa em nossas áreas operacionais, porém o prolongamento dessa situação estará comprometendo substanciadamente nosso poder de pronta resposta e atendimentos.

 

Esperamos apoio de toda população em nossos locais de prestação de serviços. Que ajudem a segurança privada na denunciação de fatos estranhos e alheios no desenvolvimento diário de atividades de proteção.

 

Contamos com o apoio de toda a população, esperando o melhor para o Brasil após esse período crítico pela qual passamos.

 

ABREVIS – Associação Brasileira das Empresas de Vigilância e Segurança.

 

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS EMPRESAS DE VIGILÂNCIA
FALE COM A ABREVIS

(11) 3858-7360

abrevis@abrevis-seg.com.br